Primeiras Impressões: Need For Speed – Carbon Own The City

23 February 2008

Continuando a série de comentários sobre jogos antigos que ninguém lembra, mas que eu acho e jogo por algum motivo, irei postar as…

…primeiras impressões sobre Need For Speed – Carbon Own The City

Chega uma hora em que jogar só Mario Kart no DS irrita. Então eu fui buscar algum jogo de corrida em que meus queridos adversários não me presenteassem com um casco azul na reta final da corrida…

Então me arrisquei a jogar um NFS do DS. Aliás, foram 3! Joguei o Need for Speed Urderground 2, o Need For Speed Pro Street e o Need For Speed Carbon Own The City. Primeiro vou comentar sobre o Underground 2 e o Pro Street, que foram os que eu não testei muito e por isso não estão no título do post.

NFS Underground 2: Não gostei muito, a jogabilidade estava meio estranha e…Ah, sei lá, eu joguei ele por 5 minutos ou menos =P

NFS Pro Street: Este não é ruim. Mas eu estava procurando um jogo com jogabilidade menos “realística”, em que eu não precisasse freiar em cada maldita curva. E o Pro Street é exatamente o contrário do que eu estava procurando. Mas o jogo é bom, ele só não é no estilo que eu estava querendo.

Agora sim, vou comentar sobre algo que tenha relação com o título do tópico. Need For Speed Carbon Own The City (pra que um nome desse tamanho? NFS Carbon já tá ótimo)!

Como são primeiras impressões e eu não joguei muito do jogo ainda (só umas 3 horinhas), eu não vou comentar muito do jogo. Haha, estavam pensando que iam ver quase uma flash review aqui, né? Vão ter que esperar até eu jogar mais e vencer a preguiça para fazer uma flash review Ò.Ó

Sobre o jogo (finalmente), ele tá bom! A jogabilidade está “jogabilidável”, tirando o fato de que, para quem tem um DS Lite (como eu), apertar o select para desacelerar o tempo estando perto de uma curva a 240 KM/H é IMPOSSÍVEL! Quantos quilos de merda os desenvolvedores desse jogo tinham na cabeça para colocar essa função no SELECT? Ah, e como o botão de acelerar é o R, não sei se é só comigo, mas depois de uma hora jogando, o dedo indicador fica todo dolorido. Podiam ter colocado outras opções de controle, pelo menos.

Tirando os grandes e adiposos pontos negativos, o resto está legal. Os gráficos estão aceitáveis, tem vários acessórios para modificação dos carros e tudo mais.

Ah, outro ponto negativo, mas não tão relevante, é que não tem opção de escolha de nível. Seria bom ter, pois nem todos os jogadores tem o mesmo grau de habilidade. Eu sou um dos que, quando jogasse pela primeira vez, escolheria o nível fácil ou, no máximo, o normal. É, sou noob mesmo, e aí? Ò.Ó²

Mas no geral o jogo diverte. Por enquanto não tenho muito do que reclamar, apesar de ficar com dor no indicador sempre depois que jogo ¬¬”

Droga, ficou com cara de flash review isso aqui. Na flash review eu vou ser obrigado a fazer uma maior que o normal, para compensar. Vão ter que ler mais Ò.Ó³

Advertisements

Título genérico: Primeiros comentários sobre Ouendan 2

21 February 2008

Foi só eu ficar sem postar por um tempo que o número de visitas do blog diminuiu drasticamente (teve 4 visitas ontem o.O). Vocês tão muito mal acostumados xD

E como eu não tenho muito o que falar (estou desanimado para fazer flash reviews, por enquanto =P), vou falar do que estou jogando ultimamente:

Moero! Nekketsu Rhythm Damashii Osu! Tatakae! OUENDAAAAAAAAAAAAAAAN 2 \o/

E Elite Beat Agents também. Mas depois que eu liberei o último nível do EBA, que tem as Elite Beat Divas, desanimei um pouco do jogo. Jogar num nível em que as bolinhas estão bem menores e que os círculos fecham nas bolinhas 148596416691 vezes mais rápido que o normal é muita dificuldade para os meus pobres reflexos precários =P

Mas Ouendan não. Ouendan é f*#@! Muito f*#@! Tão f*#@sticamente f*#@, que não tem como descrever sua f*#@sticidade em palavras de baixo calão encobertas por caracteres pouco usados do teclado.

Por isso, estou desanimado para fazer uma flash review. Porque se eu for fazer uma, será sobre o Ouendan 2, e isso exige muita responsabilidade para a review não sair vazia e sem graça. E isso é inadmissível, porque Ouendan é f*#@ Ò.Ó

E eu, nos meus primeiros contatos com o DS (quando jogava apenas Elite Beat Agents), pensando que Ouendan era um jogo chato por ter só músicas japonesas. Santa ignorância…


Flash Review – Tony Hawk’s: Proving Ground

12 February 2008

É, este mês não está tendo bons lançamentos. E isso me força a procurar jogos mais antigos para jogar enquanto não lança nada bom.

E foi numa dessas procuradas por jogos bons, que eu encontrei um que nem é tão antigo assim (ele foi lançado em outubro do ano passado): Tony Hawk’s Proving Ground.

Confesso que peguei o jogo com um certo “medo” dele ser como os outros anteriormente lançados para o DS (não que os anteriores sejam muito ruins, mas eles são ruins) . Para minha surpresa e alívio, não era.

O jogo tem 3 modos: História; Clássico, que lembra os Tony Hawk’s de Playstation, onde há objetivos como pontuação, combo e coletar coisas, e você têm que completar um ou mais objetivos em 2 minutos; e Skate Livre, em que você pode andar livremente pelos “mapas” que você desbloqueia, sem nenhuma preocupação em cumprir objetivos. Há ainda a Sala de Skate, onde você pode comprar acessórios e personagens, além de comprar e fazer upgrades de coisas para o seu parque de skate (sim, você tem um).

Sobre a parte gráfica, o mais importante é que TH Proving Ground não usa mais cel-shading (aquele filtro/técnica que deixa os gráficos com estilo de “desenho animado”) e agora o visual do jogo está mais realista.

Sobre as músicas, bom, estão lá. São boas até, combinam com o jogo, mas não fazem muita diferença.

No geral, Tony Hawk’s : Proving Ground é um ótimo jogo. Faz lembrar vagamente os velhos tempos dos Tony Hawk’s de Playstation. A jogabilidade está toda lá e com adicionais, como barras de “especial”, que podem ser usadas para acionar o truques especiais e o modo concentração, que faz tudo ficar mais lento, facilitando na hora de fazer os truques.

Conclusão: Com certeza, o melhor dos Tony Hawk’s lançados para o DS. Tony Hawk’s Proving Ground é um ótimo jogo e, se você gosta do estilo ou já gostou da série, deve tê-lo na sua lista de jogos.

NOTA: 7.5


NDS Page passando das 1000 visitas! \o/

11 February 2008

Yeh, o NDS Page passou a marca das 1000, sim, mil, visitas totais! Isso parece ( e é) pouco comparando com a maioria dos outros blogs sobre DS do Brasil. Mas temos que levar em conta que o blog foi criado na metade de outubro, que ele não é um blog de notícias ou coisas importantes (eu estou achando que este é um blog de review, mas ainda não me convenci completamente =P) e, principalmente, que eu não tenho talento para escrever. Aliás, não tenho talento pra nada xD

Mas tá beleza. 1000 visitas já é um começo. Agora só está faltando os leitores do blog (sim, os que fizeram o blog chegar nas 1000 visitas  \o/) começarem a comentar, porque comentários incentivam o ser estranho que posta neste blog inútil (mas que chegou nas 1000 visitas! Tá, parei…) a continuar postando neste blog inútil =D

Té mais, povo o/


Aviso: Categoria “Jogo da Semana” extinta

11 February 2008

É, comecei a ver que a categoria Jogo da Semana é meio inútil. Sempre quando eu começo a escrever sobre um jogo num post categorizado como Jogo da Semana, começa a parecer uma flash review, aí eu sou obrigado a ou diminuir muito as explicações sobre o jogo ou fazer logo uma flash review e não fazer o post do Jogo da Semana. Então acho melhor só fazer a flash review mesmo.

Para compensar a falta do Jogo da Semana, vou tentar fazer uma flash review por semana, mas eu duvido que eu faça. Se conseguir, melhor para todo mundo (vocês gostam das flash reviews, né? =D), pois depois de uns meses, a NDSPage vai estar lotada de flash reviews! =)


Flash Review: Assassin’s Creed: Altair’s Chronicles

10 February 2008

Eu joguei Assassin’s Creed por umas 3 horas. Talvez eu nem devesse fazer uma flash review, porque eu não consegui prestar atenção em muitos pontos do jogo enquanto jogava (nem prestei atenção no frame rate baixo que muitos reclamaram), mas isso não quer dizer que eu estava entretido com o jogo.

AC é legal, mas não tem nada de especial. Tem gráficos aceitáveis, uma jogabilidade boa (apesar de eu ter morrido em muitas partes por tentar fazer alguma coisa, mas o jogo fazer outra) e é até divertido (não confiem muito quando eu falo que é divertido, eu tenho um gosto estranho). Mas também tem pontos negativos, como paredes invisíveis que aparecem nos piores lugares possíveis (como em lugares que você tem que pular em plataformas que se mexem e que se cair delas, se f***) e os malditos minigames que usam a stylus, que deixam o jogo com um ritmo lento. Pô, para que colocar aquele minigame tosco de achar a chave na bolsa do cara e levar ela para fora sem tocar nos outros objetos? Ele é chato e lento.

No geral, Assassin’s Creed é um jogo bom, mas não é dos melhores. O jogo diverte naquelas horas em que a gente quer jogar alguma coisa que tenha mais ação e porrada (tirando aqueles malditos minigames…) do que costumamos ver em jogos de DS, mas não diverte tanto quanto deveria.

Conclusão: O jogo é bom, mas não é dos melhores. Seus prós e contras são equlibrados, fazendo com que Assassin’s Creed: Altair’s Chronicles não seja ruim, mas não tenha nada que o faça ser um dos melhores jogos de DS. Jogue caso não tenha nada melhor para jogar na hora.

NOTA: 6


Novidades nas Flash Reviews: Notas

10 February 2008

Yeh, agora as flash reviews terão notas no final! Mas não estranhem caso um jogo tire 5 ou 6 aqui e 7 em outros lugares, porque eu levarei em conta que jogos medianos tirarão notas entre 5 e 6 (a média). A classificação será algo como:

0 – O jogo não lançou, então nunca darei 0 de nota =P

1 à 2 – Esse jogo fede. Fique longe, que ele dá câncer

3 à 4 – O jogo é ruim. Pode jogar, mas não espere muito.

5 à 6 – Jogo mediano. Ele diverte, mas não tem nada de muito bom.

7 à 8 – O jogo é bom. Ele tem muitos prós, que fazem valer a pena jogá-lo.

9 à 10 – O jogo é quase perfeito! Tem que estar na sua lista de jogos!

É tipo isso, para vocês terem uma idéia melhor do que significam as notas.

Té mais o/