Review M3 Real

30 September 2008

Olá o/////////

Eu sou Sowee e esta é minha primeira postagem no blog, e espero que seja uma das muitas que estão por vir! Eu tenho um DS lite Cobalt blue e é só!

Agora o review!
-A primeira impressão:

A caixa do M3, não é chamativa, nem ao menos intuitiva. É simples e de papelão, uma embalagem comum. Ao abrirmos, temos então um plástico onde estão encravados o M3 e o rumble pack. O M3, vem dentro de um estojo transparente, com lugar para guarda-lo e simultaneamente um micro SD. A construção parece um pouco fraca, mas quando em mãos, prova-se o contrário. Ele tem um slot para colocar o cartão de memória, que é bem firme e não aparenta ser “vagabundo”. O M3 encaixa perfeitamente no DS lite sem mais complicações. O Rumble Pack que já é diferente: deve-se aplicar um pouco de força para que ele encaixe até o fundo. Confesso que eu não sabia e ia deixar ele pra fora, sem saber que não isa funcionar, mas aí comparei com o tamanho do “tapa-slot” que vem com o DS e percebi que o negócio alí era um pouco de força.

-Segundos problemas:

Este M3 não vem com nenhum cd de instalação do mesmo, somente um manual em chinês, que eu joguei pro lado, porque ficar vendo figura não ia me ajudar. Fui no site do M3 e lá nos produtos, cliquei em M3 real que me direcionou para a pagina do modelo desejado. Nessa mesma página, havia o download do firmware. Baixei e coloquei no meu Micro SD, como indicado no manual em inglês que achei no site mesmo. Coloquei as roms também, na pasta NDS. Após isso, coloco o cartão de memória no devido cartucho e ligo o DS. Então, abre o menu do M3. Sem saber de nada clico no menu e vou navegar pelos arquivos. Vou até minha pasta onde havia guardado as ROMs e clico em uma delas. Pra minha surpresa, nada acontece. Fico duas horas tentando iniciar alguma rom, quando decido, não sei por que cargas d’agua procurar um firmware atualizado. Até que achei um tal de firmware 3.9 e instalei, mesmo sendo em chinês, pois o meu M3 só instala em chinês. E então pra minha felicidade os ícones do menu que eram quatro, foram pra sete e um primeiro ícone tinha um Joystick. Fui até lá, cliquei na minha ROM, e então iniciou. Fim, depois de 4 horas ao todo de tentativa.

Hora do Score:
Funcionalidade: 10
Fácil de usar: 4
Qualidade: 8
Preço: 8Pros e contras

Prós:
-Aceita cartões SDHC
-Carrega as ROMs rapidamente
-Alta compatibilidade
-Preço razoável

Contras:
-O site oficial devia ter as últimas atualizações
-Rumble barulhento
-Manual somente em chinês

Considerações finais:
É um ótimo flash card, roda muito bem todos os jogos, e ainda vem com o rumble pack, por um preço bom além de ter suporte a SDHC (Leia-se cartões sd com memória acima de 2 GB).
Até a próxima vez! wink.gif

Advertisements

Mudou!

28 September 2008

Vocês devem ter visto que o visual do blog mudou.
É só um teste, nem falei com o Tronx ainda =/
Digam o que acharam aí!


Novo Guitar Hero a Caminho!

28 September 2008

Muitos de vocês devem saber (ou não) que haverá uma continuação para o Guitar Hero On Tour. O nome será

Guitar Hero On Tour Decades

As novidades serão, obviamente, novas músicas, divididas em décadas, de 1970 a hoje. A grande novidade será o sistema de streaming, que permitirá quem tem versões diferentes do jogo jogar as músicas do outro. Assim, todos poderão jogar todas as músicas, se quiserem.

Fotos:





Percebam que os gráficos estão um pouquinho melhores, e houveram umas poucas mudanças nos indicadores.

As músicas confirmadas até o momento (nada de covers! \o/), da Wikipédia:

2003 “Can’t Stop” Red Hot Chili Peppers
2007 “Crushcrushcrush” Paramore
2005 “Dirty Little Secret” The All-American Rejects
2003 “I Believe in a Thing Called Love” The Darkness
2001 “The Middle” Jimmy Eat World
1992 “No Rain” Blind Melon
2000 “One Step Closer” Linkin Park
2007 “The Pretender” Foo Fighters
2004 “Remedy” Seether
1974 “Sweet Home Alabama” (live) Lynyrd Skynyrd
2007 “Tarantula” The Smashing Pumpkins
2007 “The Take Over, The Break’s Over” Fall Out Boy
1986 “You Give Love a Bad Name” Bon Jovi

É isso aí gente!
E consulte como obter a “guitarra” para seu DS, já que agora há a versão genérica!

Importaremos para você por preços módicos!


Nossa. O pó.

27 September 2008

Venho me redimir com os leitores, depois de tanto tempo sem postar com (mais uma –‘) notícia de GTA Chinatown Wars (vamos chama-lo de GTA CW, certo?).

Com um post de título ambíguo, vamos à notícia:

Foi publicada uma notícia no DSFanboy, blog muito bom de DS, dizendo que em GTA CW será possível ser um traficante de drogas. Segue o texto original:

Rockstar’s Dan Houser has dropped a few deets on the upcoming DS game, GTA: Chinatown Wars. Following up what was in the latest issue of Nintendo Power, we now know the game will not only be following its mature roots (which means “Mature” rating), but Nintendo actually wanted Rockstar to make a mature game. They didn’t push for a family-friendly, tone down title on the handheld. So what’s all this drug dealing business about?

In this drug dealing minigame, players will be able to peddle six different types of narcotics and gain profit depending on how smart they are at selling. The “smart” selling (remember, kids: drugs are bad) comes in the form of recognizing market conditions, based on geographical location, and selling one of the six different types accordingly, with the aim being gaining the most profit possible. Confused? Well, basically, the game will tell you what drug is the most scarce and will fetch the highest price in any given terriroty, then all you have to do is sell accordingly.

Um resumo: o jogo será 18+, e você poderá vender diversos produtos. Seu sucesso depende de sua habilidade natural para o ofício.

Sinto cheiro de velhinhas gritando e xingando a R*...

Sinto cheiro de velhinhas gritando e xingando a R*...

Uma imagem maior. Precisava?

Uma imagem maior. Precisava?


Novas informações (e imagens) de GTA Chinatown Wars

19 September 2008

Desde que foi anunciado na E3, eu fiquei ansioso por imagens desse GTA que será lançado para o DS. Somente para o DS. Não, não é portzinho podre. É um jogo exclusivo. Aqui estão novas informações sobre GTA Chinatown Wars, retirados na DSManiac:

A revista Nintendo Power disponibilizou mais detalhes sobre o tão aguardado Grand Theft Auto : Chinatown Wars para o Nintendo DS. A revista revela que o jogo tara um visual cel-shaded e que a visão será em perspectiva isométrica. As imagens do jogo estarão disponíveis em pouco tempo. Detalhes:

  • Um altêntico jogo GTA – sandbox gameplay, mundo aberto, narrativa gritante do crime.
  • Classificação M (Mature – Maiores de 18 anos)
  • Angulo de câmera isométrica
  • Polígonos em Cel-shaded com bordas pretas
  • Boa implementação touch-screen – minigames de bom gosto, interface de fácil utilização
  • Interface de Usuário baseada em PDA – emails, contatos, mapa, tocador de música, GPS, monitor de status
  • Estatus enviado para o site da Rockstar Social Club via Wi-Fi
  • Ícones do tamanho dos dedos
  • Missiões criadas para serem executadas em pequeno espaço de tempo, qualidade de arcade
  • Mirar com as setas, mira automática no botão R
  • Curva automática sutil (Ao dirigir)
  • Se falhar numa missão, você pode saltar de volta para a seqüência de ação
  • Chain gun (Metrancas), lança chamas.
  • Boa parte de Liberty City foi modelada no jogo (diferentes rotas das versões do console)
  • Sem problemas em relação ao tempo de loading, draw-in ou frame rate
  • Sistema de Procurado – o objetivo é anular os carros policiais a qualquer custo
  • Vários pedestres, carros, etc na tela
  • Efeitos meteorológicos em tempo real, ciclo de 24 horas, dia e noite.
  • Várias estações de radio para se ouvir (mais instrumentais que vocais)
  • 800.000 lines de código otimizadas!
  • Sem detalhes ainda sobre o modo Multiplayer e característica do Wi-Fi

Site Oficial: http://www.rockstargames.com/chinatownwars/

———————–

E aqui, finalmente, as imagens, retiradas do fórum NDSBrasil:

Eu achei os gráficos bem adequados, e o traço lembra EBA (xD). O que acharam? =)

Edit: Ah, o blog já passou das 10.000 visitas, em cerca de 1 ano de existência! Obrigado a todos que visitam sempre o blog! E que o blog continue crescendo =D

Agora quero chegar aos 10.000 com a Blender 3D Page. Ainda vai demorar um bucadinho, mas um dia eu consigo \o/


Primeiras impressões de N+

2 September 2008

PQP! Nem sei o que comentar! O jogo é muito, mas muito, calma aí, deixa eu explicar minha surpresa…

Bom, meu primeiro contato com esse jogo foi no DS mesmo, porque eu nunca joguei a versão de PC. Tá, para não falar que eu nunca joguei a versão de PC, eu baixei e joguei por uns 2 minutos, se não me engano foi porque o meu PCzinho que eu amo do fundo do meu intestino grosso lagava com o tal jogo em Flash. Sim, ele lagava. E continua lagando.

Então lá vou eu testar N+, dias após ler vários comentários de pessoas que esperavam o jogo ansiosamente. O meu hype quanto a ele era proporcional ao tamanho de seu nome, mas dane-se, eu não tinha nada de bom para jogar mesmo.

Bom, encurtando a introdução, que eu sei que ninguém gosta de ler, vou direto ao ponto: O jogo é muito phoda! Apesar dos gráficos (muito) simples, todo o resto é bem feito. A jogabilidade e a física do ninja monocromático é perfeita depois que você se acostuma. É, porque os pulos são lentos e ele demora um pouco para parar quando está correndo, mas é justamente esses “efeitos” que deixam a jogabilidade tão legal.

Aliás, pensando bem os gráficos também são ótimos, a simplicidade deles dão um ar de originalidade maior ao jogo. N+ não precisaria de mais do que aquilo.

E como eu só joguei 10 minutos (ou foram uns 15? Sei lá, deu tempo de terminar todos os tutoriais disponíveis no começo do jogo, e terminar o primeiro conjunto de fases, mas é tudo rapidinho, acho que só passou uns 10 minutos mesmo), não posso comentar muito mais do que isso. Esperem eu terminar o jogo. Enquanto isso, largue esse seu Final Fantasy IV e vá jogar N+. É, depois tu mata o boss.