Review: DSi – Parte 1 – O Exterior

imagem_abertura_review


Olá, povo! Como eu disse nos comentários de algum post aqui que iria fazer uma review sobre o DSi, aqui estou. Pretendo falar sobre tudo no portátil, sem deixar nenhum detalhe de lado.  Por isso, vou dividir a review em várias partes, cada uma falando de uma coisa específica. A primeira parte está depois do “Leia o resto deste post” =)

Ah, já vou avisando que o post ficou enorme…

—————————————————————————————————


Review: Nintendo DSi - Parte 1 - O Exterior


Começarei falando da parte exterior do DSi. A textura da carcaça, a aparência, a robustez, as telas, a stylus… Enfim, tudo que eu lembrar.

– A Carcaça

Logo que abri a linda caixa do meu DSi preto e tirei-o de dentro do plástico-meio-espuma que o envolvia, uma das primeiras mudanças que percebi em relação ao DS Lite é a aparência do material da carcaça. Agora ela é feita de um plástico opaco. E quando se passa os dedos pela carcaça, há uma surpresa: o DSi não é inundado por marcas de digitais que ofuscariam seu revestimento reflexivo, caso ele tivesse algum. O revestimento opaco, que eu considero mais feio do que o brilho do DS Lite, tem a grande vantagem de não deixar absolutamente nenhuma marca de dedo, em nenhum local. Chega de ficar tentando tirar impressão digital com paninho a cada meia hora, fomos libertos desta maldição!

– As Câmeras

A segunda mudança que percebi foi a câmera exterior, que se localiza na metade de cima do DSi, na parte de fora. Ela é nada mais do que uma minúscula lente, protegida por uma camada de acrílico (acredito eu), e acima dela um led vermelho igualmente minúsculo, que indica quando a câmera exterior está ativada. Tudo perfeitamente nivelado com a carcaça do lado de fora.

E como vocês já devem ter lido por aí, o DSi não tem uma, mas duas câmeras, cada qual com seus gloriosos zero ponto três megapixels. É 0,3 mpx, escrevendo por extenso dá menos vergonha. Pô, 0,3 megapixels é da época em que os celulares que tinham câmera estavam começando a ficar populares. A porcaria do Motorola V3 tem 0,3 megapixels. Poderiam colocar uma câmera um pouco melhor, mas não… Deram a desculpa (deram mesmo, li isso em algum lugar, acho que em um dos Iwata Asks) que tinham pouco espaço no DSi e que 0,3 mpx era o suficiente. Ok, tentarei convencer meus olhos de que fotos 640 x 480 granuladas são o suficiente…

Mas onde eu parei mesmo? Ah, a segunda câmera do DSi é a câmera interna, aquela que tira fotos de você jogando “Wario Ware Snnaped!” para depois o jogo zoar da sua cara, mostrando o quão escroto você fica enquanto tenta completar os minigames. A câmera interna fica exatamente onde ficava o microfone no DS Lite, bem no meio (câmera interna, bem no meio… ui) da dobradiça, entre as duas telas. O microfone fica do lado direito da câmera, e agora é um buraquinho redondo (uuui!), diferente da abertura retangular vertical do microfone do DS Lite.

– Os Leds

Ah, sabe os leds que têm na dobradiça e indicam coisas como bateria, wifi e tal? Então, agora são três leds, e estão todos localizados do lado esquerdo da dobradiça. O primeiro deles, de cor amarela, é o indicador de rede wifi; o segundo, laranja, é o que indica que o DSi está carregando; e o terceiro indica que o videogame está ligado, se está ligado e fechado (neste caso, a luz aumenta e diminui de intensidade lentamente) e o nível de bateria (normalmente azul, muda para vermelho quando a bateria está acabando). Dos leds, só achei ruim o sistema que indica que o DSi está ligado e fechado, em que fica aumentando e diminuindo de intensidade. Essa mudança de intensidade é sutil e lenta, difícil de notar. Ainda mais porque agora, se você mudar o nível de iluminação das telas, o nível de iluminação dos leds também muda. Achei isso meio inútil, mas vale tudo para poupar alguns minutinhos de carga da bateria…

– A Bateria

Ah, a bateria. Maldita bateria que não dura p**** nenhuma. Ok, teve uma pitada de hipérbole na frase anterior, até porque sempre pode ser pior (vejam, por exemplo, a bateria do PSP… :flamewar:). Mas a Nintendo está de sacanagem mesmo. Não sei direito quanto está durando a minha bateria (depois faço um teste de bateria, anotando os intervalos de tempo em que ficarei com o DSi ligado até a bateria acabar, e posto aqui no blog), mas eu acho que não passa de 7 ou 8 horas, com a iluminação no mínimo e o som próximo do máximo. Comparando com o DS Lite, que nas mesmas condições de iluminação a bateria durava NO MÍNIMO 15 horas (segundo o manual), é de se mandar a Nintendo plantar batata.

Bom, pelo menos a bateria agora demora menos tempo para ser recarregada, cerca de 2 horas e meia, contra as 3 horas do DS Lite. Grande merd*. Nintendo, vá plantar batata.

– As telas

E já que estava falando de duração da bateria, falarei de um dos principais responsáveis pelo consumo da mesma. Um não, dois: as telas. Em relação ao tamanho, muitos de vocês sabem que as telas do DSi são incríveis 17% maiores que a do DS Lite. De 3 polegadas no Lite, passou-se para estrogonóficos 3,25 polegadas no DSi. WOW! Mas a resolução continua a mesma, 256 x 192 pixels.

Outro detalhe é que agora são cinco níveis de iluminação, em comparação com os quatro do DS Lite. Para mim não faz diferença, sempre usei o brilho no mínimo, tanto no DS Lite quanto no DSi. Como não tenho um DS lite aqui para comparar a intensidade da iluminação em cada nível, não posso afirmar se a iluminação do DSi no mínimo é maior, igual ou menor do que a do DS Lite na mesma condição, mas tenho a leve impressão de que no DSi é um pouquinho mais forte.

– Os Auto-falantes

Aqui não tem muito o que falar. Na parte estética, agora não são mais seis furinhos de cada lado, e sim duas barrinhas horizontais com bordas arredondadas. Bem clean.

Mas a maior diferença (que nem é tão maior assim), é o som. Alguns falaram que ele é bem mais alto e de maior qualidade que o som proveniente dos auto-falantes do DS Lite. Eu, que sou uma pobre alma que nunca presta muita atenção na parte sonora de nada, achei apenas que o DSi tem um som um pouco mais alto. Só isso.

– Os Slots (ou “A razão de ainda ter tanta gente com DS Lite”)

Considerado por muitos a maior cagada que a Nintendo fez no DSi (E não esqueçam da bateria… *Ffuuu…*), o dito-cujo não tem Slot-2 (ou Slot de cartucho de GBA, como prefira). Razão? “Ah, a gente teve que tirar para poder deixar o videogame mais fino e mais leve.” Dois MILÍMETROS e meio mais fino e quatro GRAMAS mais leve? Vá lamber sabão, Nintendo! *FFUUUU….*

Ah, você também quer saber do sot-1? Ele vai muito bem, obrigado. Está idêntico ao slot-1 dos DS anteriores, pelo menos visualmente.

– A Entrada do Carregador (ou seja lá qual for o nome disto)

A entrada do carregador do DSi e o próprio carregador são diferentes do DS Lite. A entrada agora é mais quadrada, o que impossibilita que o carregador do DS Lite seja usado no DSi. E o carregador também é mais quadrado e mais feio. Não sei para que isso, mas enfim… Não tem muito o que falar aqui também.

– A Stylus

Outro item que só estou colocando aqui para não falarem que eu esqueci dela depois. A stylus do DSi é um pouco mais comprida em relação à stylus do DS Lite. Bem pouca coisa mesmo, 4,5 milímetros. Fora isso, são a mesma coisa.

– A Entrada SD

“Uma entrada de SD no DSi? Mas que coisa genial, senhor Neutronx! Esses caras da Nintendo finalmente fizeram algo útil, ein?” Pois é. Mas a vida não é tão bela assim, meus amigos. Eis que vos apresento a parte mais construída nas coxas de todo o DSi.

Olhem para esta imagem:

entradaSD_DS_moldura

“É a entrada de cartão SD do DSi… O que tem de mais nisso?”, pergunta o leitor. Olhe com mais atenção. Isso, olhe… Viu? Agora eu lhe pergunto: Como se abre essa tampa?

Provavelmente este leitor responderia rapidamente que é só enfiar a unha (uuugh…) nessa parte mais funda e puxar a tampa pra frente. Se fosse só isso, já seria uma grande cagada da Nintendo, porque numa dessas de enfiar a unha (argh…) poderia-se riscar acidentalmente a carcaça do DSi (que é bem difícil de riscar, mas acontece). Mas como se não bastasse, além de enfiar a unha, ainda tem-se que puxar a parte de baixo da tampa com outro dedo, para que a tampa seja puxada para frente e finalmente abra. Resumindo, a droga da tampa é horrível de abrir.

E ainda tem mais: quando se abre a tampa, você ainda tem que empurrá-la para baixo, para que seja possível colocar o cartão SD dentro do slot. Tudo bem, se não fosse pelo fato de que não existe uma dobradiça ou algo parecido (e igualmente resistente) na tampa, para que seja possível empurrá-la para baixo com segurança. No lugar disso, há um plástico mole que entorta quando se empurra a tampa para baixo com o dedo, e depois volta (ou deveria voltar) à posição normal quando tira-se o dedo de lá. Só que o plástico é possivelmente tão vagabundo, mas tão vagabundo, que no próprio manual do DSi já diz que não é para mover a tampa com força, sob o risco do plástico deformar e deixar de fechar corretamente. Eis o trecho:

Do not pull or twist the slot cover forcefully. Doing so could stretch of deform it, which could prevent the cover from closing correctly.

No tires de la tapa de la rañura ni la muevas con fuerza. De lo contrario, podría estirarse o deformarse y dejar de cerrarse bien.

Joinha, hein, Nintendo?!

Só para não falar que eu só falei mal do novo recurso do DSi, pelo menos o SD encaixa direitinho e não deu erro de leitura do cartão nenhuma vez 😛

– Os Botões

Os botões tiveram algumas pequenas mudanças em relação ao DS Lite. Vejamos:

O botão power não se localiza mais na lateral do DS e também não tem mais o formato de slide. Agora ele fica embaixo dos botões direcionais, mais ou menos na posição em que o select fica em relação aos botões ABXY. O formato também mudou, agora sendo circular, com tamanho próximo ao do start/select. Caso você tenha pensado na possibilidade de apertar o power sem querer enquanto esfola o direcional, saiba que a Nintendo também pensou nisso: o botão é bem “duro” de apertar. Na verdade, acho que é duro até demais. Eu tenho que apertar ele com a unha, porque a ponta do dedo afunda para baixo e o botão continua lá, “inclicável”. Mas é melhor isso do que jogar o DSi contra a parede após desligá-lo acidentalmente enquanto faço 2 blhões de pontos no Geometry Wars.

Outra mudança de posição e formato foi a do botão de volume. Agora ele fica na lateral esquerda do DSi e não é mais um slide, e sim uma barra com um “+” de um lado e um “-” do outro, como os botões de volume que têm na lateral dos celulares. Assim:

volume_DS_moldura

Eu acho o slide de volume do DS Lite infinitamente superior, porque eu não preciso ficar macetando um botão repetidas vezes para colocar no volume máximo ou mínimo.

Mas o novo botão de volume do DSi também tem um ponto positivo: agora se pode alterar a iluminação da tela a hora que quiser, apertando o select juntamente com o “+” ou o “-” do volume. Isso sim é um avanço!

Os botões L e R mudaram um pouco também. Agora são mais finos e mais “saltados”. Mais uma vez, tem um lado bom e um ruim: a sensação do “clique” é maior, mas os botões mais finos dão pouco apoio para os dedos.

E por fim, os outros botões (direcionais, A, B, X e Y)  estão um pouco mais rasos, exigindo menos “afundamento de dedo” para apertá-los completamente. Uma ótima alteração, pois agora não ficam mais marcas redondas nos dedos proveniente do esfolamento dos botões nas horas mais tensas.

———————————————————————————————————

E é isso, a 1ª parte da review termina aqui! Aguardem a 2ª parte, que falará sobre…sobre alguma coisa que eu ainda não decidi, mas será igualmente interessante =)

Ah, e comentar não dá câncer, viu?! =)

!–[endif]–><!–[if gte mso 9]> Normal 0 21 <![endif]–>
Advertisements

10 Responses to Review: DSi – Parte 1 – O Exterior

  1. Inacio says:

    Fantástico, Tronx!
    Continua, viu?

    E eu não sabia que o L e R eram diferentes 😮

  2. Nicolle says:

    serah q eh melhor eu comprar o dsi????????????
    quanto custa aq no brasil e, quanto custa la no estados unidos?? alguem poderia me ajudar? talvez eu compre!

  3. Neutronx says:

    Bom, no Mercado Livre tem DSi por 550 reais. Um DSi nos EUA tá 249 obamas, se não me engano.

  4. Nicolle says:

    Vlww, mas naum vo precisar! descobri q o problema era do r4!!!

  5. Marcel says:

    hahaha! Isso que gosto de ver em um review! Comentários sobre tal coisa XD
    Adorei o site! Ta add nos favs!

    Ah! Uma coisa… O slot-1 ficou mais frágil!!! Jamais dê um soquinho ou derrube o ds (mesmo dentro de uma bolsa amortecdora)… Meu amigo deu um batida e agora a mola quebro ¬¬

    Após isso, tenho q enfiar e tirar os cartuchinhos na força mesmo…

  6. Neutronx says:

    Dessa eu não sabia. Sacanagem da Nintendo capar até o slot de cartucho…

    Por falar nisso, esses dias apareceu um stuck pixel verde na tela de cima do meu DSi. Graças à Deus/Cthulhu/Chuck Norris, ele sumiu no outro dia.

  7. isabela says:

    sabe aquelas ‘ pagininhas’ que tem na tela inicial do DSi ? tipo o de configurações ou de web, esas coisas… dá pra colocar jogos naquelas que nao teêm nada ?

  8. Neutronx says:

    Dá sim, isabela, mas só jogos comprados pelo DSi Shop. Quando você compra um jogo ou aplicativo de lá, ele automaticamente ocupa um dos quadrados da tela inicial.

  9. lucascunha says:

    vc esqueceu que para voltar ao menu do dsi não é preciso desligar e ligar novamente o console(ao contrario do ds lite)basta apertar o botão de desligar

  10. clceaning says:

    Its like you read my mind! You seem to know a lot about this, like you wrote the book in it or something. I think that you could do with some pics to drive the message home a bit, but instead of that, this is great blog. An excellent read. I’ll certainly be back.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: